quarta-feira, 29 de junho de 2011

"Não faças aos outros o que não gostavas que te fizessem a ti"

Não devia estar a escrever sobre isto, mas apetece-me. É uma maneira da saudade não tomar conta de mim. Não devia ter saudade sequer, mas é mais forte que eu. Já se passaram meses desde o último dia em que te vi, o último dia em que podia ter dito tudo o que estava a sentir e o quanto tinhas importância na minha vida. Mas mesmo sentido o mesmo que sentia há uns meses atrás, segui o meu caminho, construí a minha vida. Durante este pouco tempo, custou imenso nem mandar mensagem poder mandar.
Sei que a história nunca fui perfeita, existiram sempre obstáculos e até mesmo outro alguém.
Quando falo disto, já não sinto aquela raiva, mas ao mesmo tempo, o tempo parece que pára e as memórias surgem. Penso em tudo o que fiz e aquilo que não fiz. Por momentos sei que fiz tudo o que havia para ser feito, mas parece que deixei mil e uma coisas por dizer.
As saudades são imensas, existiram momentos que me marcaram de mil e uma formas, apesar de para ti, terem sido apenas mais uns.
Sei que consegui demonstrar a importância que tinhas e que acontecesse o que acontecesse, eu era a única que iria lá estar, porque mesmo com todas as falhas desta história, eu era capaz de dar a vida por ti, sem pensar duas vezes.
Apesar de tudo o que aconteceu, de tudo aquilo que dei, do quanto significas-te, já não te vejo como um "ídolo", já não te vejo como um exemplo para mim. Apenas consigo ver-te como uma pessoa que me demonstrou que as pessoas são egoístas e magoam sem pensar duas vezes. Fizeste-me cair imensas vezes, fizeste com que chorasse durante horas e horas, fizeste com que eu tivesse perdido o brilho, fizeste com que eu perdesse a vontade de viver.
Mas tudo mudou. Eu deixei de ser parva e estar aqui sempre, estar sempre à espera. Para quê ficar à espera de alguém que nunca deu valor? Eu sei aquilo que valho e nunca mais vou deixar que ninguém me deite abaixo. Sei que muitas vezes tentaste abrir-me os olhos, mas se querias o meu bem em certas coisas, porque me magoavas em outros apectos?
Não és nenhum exemplo a seguir por alguém, nem devias conseguir dar lições de moral, fazendo o que fazes.
Sempre ouvi dizer "Não faças aos outros o que não gostavas que te fizessem a ti", mas neste caso, só gostava de ter oportunidade, não para te fazer o mesmo, mas sim mil vezes pior.
Só assim é que ficava completamente satisfeita.
Eu fui atrás, eu lutei, eu caí, eu sofri, eu chorei enquanto tu te rias nas minhas costas, mas uma coisa é certa, eu acerta sempre naquilo que iria acontecer e daí ter orgulho em nunca ter demonstrado realmente o meu lado mais querido, ter sempre dado más respostas quando tu querias uma palavra querida. Nunca ter feito nada daquilo que tu querias, nunca te ter ouvido completamente, porque, agora sinceramente, tu nunca mereceste nem nunca hás-de merecer nada vindo de mim.
Tenho orgulho em mim mesma só por ter conseguido deixar de "ouvir" o meu lado emocional, e ter dado prioridade ao meu lado racional.

3 comentários:

  1. deveras admiro a tua força, a tua coragem e a tua determinação, talvez seja mesmo verdade o que mais tememos que nesta geração ninguém da o devido valor, e isso magoa, destrói, mas é ai que por vezes aprendemos que somos fortes e que nos erguemos, nao é sinal de vergonha nem de cobardia chorar,porque chorar alivia a alma, mas nao nos vale de nada, apenas nos embala nas noites mais escuras, ganhamos força para corrermos atrás do que queremos, mas as inseguranças rápido se tornam nossas aliadas, mas as piores, as que mais enganam , as que mais impedem, fica sempre algo por fazer ,por dizer, por sentir, mas afinal pode ser feito, pode ser dito e pode ser sentido, pensa na vida e em como ela é curta, e em como a cada segundo morre alguém e estamos todos destinados, o importante é que temos tao pouco tempo que deixar de fazer algo é como um crime, por isso , faz tudo aquilo que nunca fizeste, ri, chora, ama, mas vive , porque é a tua maior alegria. és linda e eu orgulho-me muito de ti, e nao me irei importar com o tempo , mas sim a companhia que me fazes ao existires, amo-tee meu tesouro (L)

    ResponderEliminar
  2. Muito verdade, disses-te tudo. Nao sei metade da tua vida, nao sei o que se passa, mas sei que agora estas bem. E isso chega-me! Es uma mulher de força, tenho a certeza que, os momentos maus que tives-te foram apenas passageiros, tu sp dás a volta por cima. Tambem me marcas-te, pq tambem sempre la estives-te pra mim. Naqueles momentos menos bons, que .. PASSARAM ! REAL, SP <3 @@

    ResponderEliminar